Grampo Fera Tigre

Grampo Fera Tigre

IMG_0969 cópia

Grampos FERA TIGRE em INOX para correias transportadoras com separadores ou detectores magnéticos ou eletromagnéticos para sucatas ou metais.

CaracterísticasSeleçãoInstalação

O Grampo Fera Tigre é indicado para realizar emendas de alta resistência em correias transportadoras com ou sem abaulamento.
Tem a vantagem de permitir que a correia seja aberta no local da emenda para limpeza, manutenção ou prolongamento do transportador no menor tempo possível.
É muito utilizado no transporte de bagagens, adubos, produtos químicos, produtos agrícolas, nas indústrias de peças, de papel e celulose, alimentícia, em equipamentos de construção e manutenção de rodovias e em minas subterrâneas.

Seu sistema de dobradiça admite menores diâmetros de polias, sem causar elevadas tensões de dobramento na correia. É fixado à correia com rebites cujas pontas separam as fibras da carcaça sem cortá-las. Ao penetrarem na correia, os rebites são comprimidos pela borracha em todo seu perímetro, impedindo infiltração de umidade na carcaça da correia. Sua construção possibilita a operação em transportadores com abaulamento de correia, adaptando-se ao serviço pela separação de suas lamelas nos vincos existentes para tal fim. O Grampo Fera Tigre tem suas extremidades levemente dobradas para dentro de maneira que, quando instalado, não interfere com os raspadores e não apresenta cantos vivos ou arestas cortantes, evitando danificar pacotes, produtos frágeis ou causar acidentes. A tensão da correia é distribuída em grande quantidade de rebites, resultando uma emenda resistente e segura.

Os Grampos Fera Tigre são fabricado em chapa de aço carbono ou aço inóx para trabalho em presença de produtos oxidantes ou corrosivos. Os rebites que acompanham os grampos são de cobre e a cavilha de articulação é de cordoalho de aço carbono recoberta com nylon.

Embalagem: Os Grampos Fera Tigre 4A e 2A são fornecidos em caixas de papelão, com 04 pares cada. Já os Grampos Fera Tigre BY e Fera Tigre C são fornecidos em caixas com apenas 1 par.

Seleção do tamanho de grampo apropriado

Determine o tamanho apropriado do grampo de acordo com a espessura da correia (Figura 1) e a tensão de trabalho (tabela 1). Podemos notar que para determinadas espessuras de correias é possível utilizar dois tamanhos de grampos. Se os diâmetros das polias (Figura 2) permitirem, é aconselhável que se utilize o tamanho maior.

O comprimento do grampo deverá ser um pouco menor que a largura da correia, de maneira a permitir que seja feito um chanfro em cada lado da correia (de 10 a 25 mm x 30º). São disponíveis Grampos Fera Tigre com comprimento apropriado para correias de 24″, 30″, 36″, 42″ e 48″.

 

Tabela 1- Seleção do tamanho do grampo

tabela 1

 

fig 1Figura1- Expessura da correia

 

 

fig 2Figura2- Diâmetro da polia

ferramentasFerramentas e acessórios para instalação

Para melhor proceder a instalação dos Grampos Fera Tigre, tenha sempre em mãos as ferramentas indicadas ao lado.

1- Base de aplicação para os Grampos Fera Tigre.
2- Punção.
3- Martelo.
4- Alicate de corte.

 

 

 

INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO


1-
Corte as extremidades da correia perpendiculares às bordas e chanfre (10 a 25 mm x 45º) nas laterais da correia. (FIGURA 1).

 

Figura 1

 

 

 

 

2- Monte uma barra de grampo na base de aplicação de modo que a face gravada do grampo fique apoiada na superfície sem furos da base. Encaixe as fendas do bojo do grampo nos olhais da base e introduza o pino de guia. Com um martelo feche lamela por lamela, batendo com cuidado sobre elas até que a abertura do grampo adapte-se à correia ainda com alguma folga para que não dificulte a montagem (FIGURA 2). Observe que ao colocar um rebite através do furo de uma das lamelas, sua ponta deverá ser capaz de encaixar no furo oposto dessa lamela. Portanto, se o grampo for fechado em demasia, ou mantido muito aberto, poderão surgir dificuldades na montagem.

Figura 2

 

 

 

IMG_1180 cópia cópia3- Gire o grampo em torno do pino de guia de modo que fique apoiado sobre a superfície com furos da base de aplicação e com a face gravada voltada para cima. Encaixe a extremidade da correia no grampo apoiando-a nos dentes de referência e de modo que o grampo fique centralizado na largura da correia.

4- Com um martelo, introduza um rebite em cada extremidade do grampo, mais um ou dois na parte central e em seguida introduza os restantes (FIGURA 3). Para sua segurança, use um alicate de bico fino para segurar os rebites ao introduzí-los na correia.

Figura 3

 

 

IMG_1185 cópia5- Vire a extremidade da correia de modo que as pontas dos rebites fiquem voltadas para cima e o grampo apoiado sobre a base de aplicação (FIGURA 4).

 

Figura 4

 

 

 


IMG_1190 cópia6-
Comprima as lamelas do grampo contra a correia, batendo com um martelo sobre o punção de compressão em cada rebite aplicado à correia (FIGURA 5 ).

 

Figura 5

 

 

 


IMG_1192 cópia7-
Corte a ponta dos rebites rente ao grampo, deixando apenas a quantidade de material suficiente para preencher o alojamento cônico do grampo (FIGURA 6 ).

 

 

Figura 6

 

 


8-
Rebite as pontas cortadas com auxílio de um martelo, preenchendo os alojamentos cônicos dos grampos. Recomenda-se evitar pontas rebitadas salientes com relação à face do grampo (FIGURA 7 ).

 

 

Figura 7

 

 


9- Com um martelo, bata as pontas de cada lamela do grampo fazendo com que penetrem na cobertura de borracha da correia. Desvire a extremidade da correia e proceda da mesma forma com a outra face do grampo.

10- Retire o pino de guia e remova o grampo da base de aplicação.

12- Aplique a outra barra do grampo na extremidade oposta da correia.

13- Aproxime as duas extremidades da correia, encaixe os grampos pela região da articulação e introduza a cordoalha de aço recoberta de nylon.

Grampos Fera®. Desenvolvido por Blueberry Marketing Digital .